Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > Ações integradas de segurança pública reduzem em 80% o registro de ocorrências e crimes contra o patrimônio na Central de Abastecimento

Ações integradas de segurança pública reduzem em 80% o registro de ocorrências e crimes contra o patrimônio na Central de Abastecimento

Com ações integradas entre órgãos de segurança pública e instâncias municipais, a Central de Abastecimento registrou uma queda significativa no número de ocorrências e crimes contra o patrimônio. De acordo com a Delegacia de Furtos e Roubos de Alagoinhas, foram reduzidos em 80% os índices de casos computados no local.

O dado positivo é consequência de uma ação conjunta: Polícia Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil, Grupamento de Bombeiros, Secretaria Municipal de Agricultura, Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito e diretoria da Central de Abastecimento uniram esforços e, operando com estratégias de segurança pública, o número de ocorrências despencou.

Foto: Divulgação

“Quando assumi a Furtos e Roubos e vi o alto número de ocorrências, eu não tinha essa informação enquanto cidadão de Alagoinhas e consumidor da feira. Aquilo me chamou atenção e me assustou. Pedi uma reunião para unir as forças e as ações desenvolvidas. Em um ano de ações integradas de segurança pública, reduzimos esses índices. Tínhamos uma média de 8 a 10 ocorrências por mês e hoje temos uma ou duas, e as situações mais graves, como assalto à mão armada, roubo de veículos, estão praticamente zeradas”, pontuou o delegado Antônio Luciano.

Foto: Divulgação

Segundo o secretário municipal de agricultura, Geraldo Almeida, a diretoria da Central de Abastecimento também exerceu um papel significativo para a redução de ocorrências no local.

“Essa vinda de Cruz ajudou muito. Em 2017, a Polícia Militar fazia ronda, mas a ação integrada trouxe operações fundamentais”, salientou o secretário, que atribui o ótimo resultado à integração entre os órgãos de segurança pública, à parceria com a segurança privada e também às campanhas realizadas, com orientações para diminuir a suscetibilidade do cidadão em questões de segurança.

Foto: Divulgação

De acordo com o diretor da Central de Abastecimento, Osvaldo Cruz, o avanço não é isolado. Além da melhoria efetiva na segurança, aspectos como a limpeza, o gradativo reordenamento do espaço e as mudanças em andamento na estrutura da Central refletem positivamente na rotina dos permissionários.

Com um ambiente fisicamente mais organizado, a intenção – aponta o diretor da Central – é conquistar números ainda mais promissores e aumentar a rede de ações integradas pela segurança na Central.

“Sou recém-chegado em Alagoinhas, mas um registro que eu faço e tenho dito na imprensa, inclusive, é de que a primeira autoridade do município que me procurou depois que eu assumi o 19° Grupamento de Bombeiros Militar de Alagoinhas foi Osvaldo Cruz, preocupado com a situação aqui da Central de Abastecimento”, ressaltou o 1° comandante, Major Adriano Bertolino, que assumiu o cargo no início de agosto e participou, nesta quarta-feira (14), de uma reunião entre as categorias.

Foto: Divulgação

Na Central de Abastecimento, ele se uniu ao superintendente municipal de transporte e trânsito, Major Alberto Menezes, ao secretário municipal de agricultura, Geraldo Almeida, ao delegado titular da Furtos e Roubos, Antônio Luciano, ao capitão Luiz Pinto, do 4° Batalhão, ao capitão Kléber, da Polícia Militar, ao diretor do local, Osvaldo Cruz, à coordenadora Silvana França e ao segurança do gabinete, Reginaldo Reis, para debater formas de atuação exitosas que garantam ainda mais eficácia na segurança.

O secretário de agricultura, Geraldo Almeida, acrescentou que novas propostas estão sendo debatidas pela Administração e destacou que a Prefeitura vai investir quase R$ 4 milhões para executar a maior obra da história da Central de Abastecimento, desde a sua inauguração, com a construção do mercado de confecções.

Segundo ele, as obras significarão um salto não apenas na geração de renda e na comercialização dos produtos, mas também na estrutura, no trânsito de pessoas e no ordenamento do local, já que o cidadão poderá desfrutar de um espaço mais seguro e confortável.

Inhambupenoticias: Falar com Reinaldo Silva Radialista DRT.8217/BA – whatsApp (71) 9-9912 9161
e-mail: reinaldosilva95fmalagoinhas@gmail.com. Baixe nosso aplicativo no play store do seu celular 95, FM de Alagoinhas, Ouro Negro FM 100,5 de Catu Ba. Baixe Agora No Play store do seu Celular, Ouça Nossa Programação ao Vivo Pelo RadiosNet

Deixe uma resposta

Top