Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > LACEN-Laboratório Central dobrará capacidade de 300 para 600 testes por dia

LACEN-Laboratório Central dobrará capacidade de 300 para 600 testes por dia

Duas novas máquinas de testes adquiridas pelo Governo do Estado deverão chegar ao Laboratório Central (Lacen) nos próximos 15 dias. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa na última quinta-feira (2) e estes equipamentos possibilitarão que o Lacen dobre a sua capacidade diária de 300 para 600 testes.

A chegada dos novos equipamentos ajudará a desafogar a fila de pacientes que aguardam resultados de exames no estado. Segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), emitido no domingo (2), o estado possui mais de 4,1 mil casos em investigação, ou seja, aguardando resultado de testes. Para dar conta da demanda de testagem, o laboratório está funcionando em regime de 24h, inclusive nos finais de semana.

Na última sexta-feira (27), o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, havia dito, durante o Papo Correria, nas redes sociais, que o Lacen realiza testes do tipo PCR, que identifica o RNA do vírus, dando 100% de garantia no resultado do exame, diferente de alguns testes rápidos, que têm confiabilidade de 20%.

Na ocasião, o secretário informou que, para atender a demanda de testes, o estado está contando com a ajuda do Senai Cimatec, através do médico Roberto Badaró, e da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que consegue fazer 40 testes por dia.

O diagnóstico laboratorial de infecção pelo novo coronavírus só é feito em pacientes com suspeita e que apresentem um dos critérios abaixo:

1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.

Observação: Os pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Da Redação: Inhambupenoticias, Falar com Reinaldo Silva Radialista DRT.8217/BA – whatsApp (71) 9-9912 9161 – (75) 9.8132 7723 e-mail: reinaldosilva95fmalagoinhas@gmail.com Inscrevam-se Canal YouTube Reinaldo silva radialista e Baixe nosso aplicativo no play store do seu celular 95 FM de Alagoinhas, Ouça Nossa Programação ao Vivo Pelo RadiosNet

Deixe uma resposta

Top