Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > NOTA DE ESCLARECIMENTO: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

NOTA DE ESCLARECIMENTO: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

A Prefeitura de Alagoinhas, por meio desta nota esclarece que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) – Regional Alagoinhas conta com uma Central de Regulação, composta por médicos reguladores (MR), rádio operadores (RO) e técnicos auxiliares de regulação médica (TARM’s) que são responsáveis pelo acolhimento de toda e qualquer chamada de emergência através do número 192. São profissionais capacitados, altamente técnicos e treinados para identificar situações de gravidade com risco iminente de morte, assim como aquelas de menor complexidade e fornecimento de orientações a toda a população.




Este serviço funciona de forma ininterrupta, 24h por dia, recebendo ligações e prestando atendimento de urgência e emergência a cerca de 700 mil habitantes, em 18 cidades que compõe a regional.

O quadro atual de médicos é composto por 10 profissionais com vínculo Reda (aprovados em processo seletivo), sendo um destes, o Coordenador Médico do SAMU. Estes profissionais possuem carga horária semanal de 24h, em regime de plantão, conforme estabelecido no processo seletivo em que foram aprovados, facilmente disponíveis na internet. Portanto a informação de 40h semanais não procede.

Contamos ainda com outros 15 profissionais médicos com vínculo cooperativo, estes realizam plantão semanal ou quinzenal, a depender da necessidade do serviço, objetivando evitar a desassistência à população de Alagoinhas. O SAMU possui três médicos por dia, sendo dois médicos reguladores e um médico intervencionista.

Diante de falta de algum destes profissionais (exceção na presença de atestado de doença), o plantão é descontado na folha de pagamento, conforme é feito em qualquer empresa ou gestão pública que se dê ao respeito. Sendo assim, a informação de que profissionais recebem sem trabalhar a carga horária adequada não procede, mais um equívoco informado à população de Alagoinhas.

No que se refere às denúncias sobre as condições de trabalho dos profissionais, manutenção de veículos e alimentação, deixamos claro que estamos há pouco mais de

Top