Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > PM preso suspeito de matar Marielle Franco mora no mesmo condomínio em que Bolsonaro tem residência

PM preso suspeito de matar Marielle Franco mora no mesmo condomínio em que Bolsonaro tem residência

O policial militar Ronnie Lessa, 48 anos, preso nesta terça-feira (12) suspeito de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes mora no mesmo condomínio em que o presidente Jair Bolsonaro possui residência na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.




Ronnie foi preso ao lado do ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. De acordo com o site G1, as investigações indicam que Ronnie Lessa é o autor dos 13 disparos que mataram Marielle e Anderson. Ele estava no banco de trás do Cobalt que perseguiu o carro da vereadora.

Segundo promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Rio de Janeiro, o crime foi planejado durante três meses. A investigação aponta que Ronnie fez pesquisas na internet sobre locais que a vereadora frequentava. Os investigadores sabem também que desde outubro de 2017 o policial também pesquisava a vida de Freixo.

Deixe uma resposta

Top