Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > Após operação contra Wagner, ala do PT insiste em candidatura de Lula como plano único

Após operação contra Wagner, ala do PT insiste em candidatura de Lula como plano único

Foto: Ricardo Stuckert
Com o inquérito da Polícia Federal (PF) contra o ex-governador Jaques Wagner, cresceu a ala do Partido dos Trabalhadores que defende a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até o fim da eleição. Wagner, junto com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, era cotado como um “plano B” da sigla, caso Lula fique impedido de concorrer.




Agora, o petista baiano é alvo da Operação Cartão Vermelho, que foi deflagrada na manhã de segunda (26), acusado de receber R$ 82 milhões em propina com o superfaturamento da obra de reconstrução da Arena Fonte Nova (saiba mais aqui). Por conta disso, segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, o grupo insiste na campanha “vote 13, vote Lula”, mesmo que o ex-presidente não esteja apto a ser votado. Eles argumentam que não vale a pena expor um plano B à derrota, além de que trocar o candidato petista legitimaria a eleição.

Deixe uma resposta

Top