Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > Leo Prates destaca contribuição social de centro de reabilitação no Subúrbio

Leo Prates destaca contribuição social de centro de reabilitação no Subúrbio

A prefeitura de Salvador realizará, na manhã desta sexta-feira (26), ato de inauguração do espaço multiuso Subúrbio 360, construído no bairro de Coutos.

Durante a cerimônia, o prefeito ACM Neto (DEM) também assinará a ordem de serviço para a criação do Centro Especializado de Reabilitação (CER), local integrado ao espaço multiuso Subúrbio 360 com capacidade prevista para atender 400 jovens por mês que lutam para superar as limitações físicas.

Autor do projeto de indicação nº 760/13 para a implantação do equipamento, o vereador Leo Prates (DEM) – presidente da presidente da Câmara Municipal de Salvador – comemorou a o avanço da medida.

“O prefeito ACM Neto demonstra mais uma vez ter grande sensibilidade ao implantar, na populosa região do Subúrbio, um centro com serviços de neurologia, fonoaudiologia, psicologia e terapia ocupacional. A medida vai ajudar muitos jovens a resgatar a autoestima e a confiança no futuro”, afirmou Prates.

O centro de reabilitação estará vinculado à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e integrará a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, criada por meio da Portaria nº 793/GM/MS, de 24 de abril de 2012. De acordo com Leo Prates, o CER reforça o compromisso de Salvador com as prerrogativas da Convenção da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Subúrbio 360

Fruto de um investimento de R$ 30 milhões, o Subúrbio 360 será um equipamento público de ponta, instalado em um espaço multiuso de 10 mil metros quadrados de área construída. O local vai abrigar a Escola Laboratório (Escolab), duas quadras poliesportivas, auditório, teatro e estúdio de rádio. No Subúrbio 360, serão desenvolvidas atividades para alunos da rede municipal, envolvendo a experimentação com uso de ferramentas tecnológicas, práticas esportivas e culturais e cursos profissionalizantes. Ao todo, 1,5 mil pessoas serão atendidas por mês, entre crianças e demais moradores da comunidade.

Deixe uma resposta

Top