Documento sem título
Você está em
Home > Destaques > Trindade ataca Semop por pedir título de eleitor para credenciamento de ambulantes: “tem viés eleitoral”

Trindade ataca Semop por pedir título de eleitor para credenciamento de ambulantes: “tem viés eleitoral”

O vereador José Trindade (PSL), líder da bancada de oposição ao prefeito ACM Neto (DEM), suscitou questionamento sobre o que levou a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) a exigir a apresentação do Título de Eleitor para realizar credenciamento dos vendedores ambulantes que vão trabalhar durante o Réveillon.

A demanda foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (14), na Portaria 245/2017, que aborda os termos da “exploração de atividades de comércio em logradouros públicos, através de equipamentos do tipo banca desmontável, isopor, baianas de acarajé, veículos para compra de recicláveis”.

“Me parece que tem viés eleitoreiro. Cadastrar as pessoas e depois mandar uma cartinha, uma ligação”, declarou José Trindade em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta quinta.

Trindade é aliado do governador Rui Costa (PT), com quem o prefeito ACM Neto deverá disputar voto a voto em 2018 pela disputa do governo do estado.

O vereador ainda criticou o valor praticado pela prefeitura para regular tais vendedores, o que afeta diretamente na margem de lucro. A pessoa que vai, por exemplo, usar uma caixa de isopor, medindo 1,50 m X 1,0 m, para vender cervejas, refrigerantes e água terá que desembolsar R$ 172,95 para garantir uma licença.

Deixe uma resposta

Top